quinta-feira, 25 de junho de 2015

PROJETO DE LEI QUE REGULAMENTA AS ATIVIDADES DA GUARDA MUNICIPAL FOI APROVADO NA CÂMARA

Hoje pela manhã a Câmara municipal de vereadores de Igarapé-Miri esteve reunida (reunião adiada do dia 24, em razão do falecimento do ex-prefeito Mário Leão). Na sessão de hoje com a presença da maioria dos vereadores foi aprovado o Projeto de Lei 003/2015 - que estabelece os novos parâmetros relativos à política municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, e o Projeto de Lei 004/2015 - que regulamenta as atividades da Guarda Municipal de Igarapé-Miri e a apresentação do Conselho Municipal de Trânsito.
Durante a sessão a maioria dos vereadores exaltaram a figura do ex-prefeito Mário Leão (falecido no ultimo dia 22/06), e foi ainda requerido através do vereador José Clodoaldo que a Unidade de Pronto Atendimento - UPA (que poderá ser inaugurada no dia 29 de julho juntamente com a ponte sobre o Rio Igarapé-Miri) tenha o nome do ex-prefeito Mário Leão, como uma homenagem ao grande médico e político que foi o Dr. Mário. O requerimento foi introduzido à casa e deverá ser aprovado em caráter de urgência.
Se fizeram presentes à Câmara na sessão de hoje o Secretário de Educação Janilson Oliveira, prestando alguns esclareciementos (solicitados na ultima sessão) e o Diretor do Demutran Marinaldo Sousa, apresentando o Conselho Municipal de Trânsito.


O público presente na Câmara


Presidente Toninho Peso Pesado deu abertura aos trabalhos


Pr. Simão proferiu a oração inicial


Secretário de educação presta esclarecimentos



O primeiro secretário Vereador Josias Belo fez a leitura do parecer jurídico para aprovação da Lei que Regulamenta a Guarda Municipal

Diretor do DEMUTRAN  Marinaldo, apresenta o Conselho


Vereadores em pose depois dos Projetos aprovados

O presidente Tonhão em pose com a equipe da Guarda Municipal

O vereador José Clodoaldo solicita que a UPA seja batizada com o nome do ex-prefeito Mário Leão




quarta-feira, 24 de junho de 2015

IGARAPÉ-MIRI SE DESPEDE DO EX-PREFEITO E Dr. MÁRIO LEÃO

Em frente ao Palacete Senador Garcia
Após cerimônia póstuma na Barraca de Sant'Ana, o corpo do ex-prefeito Dr. Mário Leão foi conduzido pelas ruas de Igarapé-Miri com parada estratégica em frente ao Palacete Senador Garcia (Prefeitura) onde foi entoado pelos presentes  o hino do município e logo em seguida o cortejo seguiu até o Cemitério Bom Jesus onde por volta das 12 horas foram feitas as ultimas homenagens e o enterro do médico, político e amigo.
Os amigos, familiares e a população em geral presentes na despedida

Detalhe na janela da prefeitura um quadro com a foto do ex-prefeito

Amigos e políticos conduziam o caixão

Mário Leão foi prefeito em dois mandatos seguidos

A população lotou a Praça Sarges Barros para o ultimo adeus








terça-feira, 23 de junho de 2015

Adeus Dr. Mário Leão "o candidato do povo"

Dr. Mário Leão no exercício de sua profissão (Foto extraída do face)

Mário Leão, como era mais conhecido, militou na área da saúde como médico durante muitos anos.

Ele ganhou notoriedade com a profissão e ingressou na vida pública, sendo eleito Prefeito de Igarapé-Miri em 1996 pelo PSB, com 6.253 votos. Venceu aquela eleição de Hoseas Cei, Alberone Lobato, Maria José de Almeida Costa e Manoel das Graças Costa Maués.

Ele conseguiu fazer um bom mandato (pagou funcionários, melhorou a saúde, regularizou dívidas, conseguiu obras na saúde, educação e saneamento), estabilizando anos de gestões oscilantes. O jeito simples e simpático, com a facilidade de manter acordos políticos foi essencial para conseguir sua candidatura à reeleição.

E assim foi o único Prefeito reeleito, no ano 2000, desta feita vinculado ao PP com 7.458 votos.

O segundo mandato já não foi tão bom. Ocorreram dificuldades, problemas com convênios e no final de mandato dificuldades no pagamento de salários, depois de uma disputa em que apoiou o atual vereador LULA, mas que levou Dilza Pantoja ao Executivo.

Mário ainda tentou voltar à política em 2008, mas teve seu registo de candidatura indeferido e com votação mais baixa, mas não desistia de participar da vida pública enquanto teve forças.

Voltou a atuar como médico, profissão pela qual era apaixonado e muito querido por pacientes e amigos.

Ele faleceu ontem em Belém depois de enfrentar problemas de saúde durante estes últimos anos.

Dr. Mário receberá suas ultimas homenagens hoje aqui em Igarapé-Miri (local ainda a ser confirmado) e em seguida será sepultado (horário a confirmar)
Fonte: https://gazetamiriense.wordpress.com

domingo, 21 de junho de 2015

Uso de smartphone em excesso causa problemas no corpo

As principais partes afetadas são mãos, punhos, pescoço, costas e olhos

O Brasil é o país com maior número de usuários de smartphones na América Latina e ocupa a sexta posição em um ranking da eMarketer que avaliou o uso desses dispositivos em 25 mercados ao redor do mundo, ficando atrás de China, Estados Unidos, Índia, Japão e Rússia. Segundo o levantamento, até o final de 2014, 38,8 milhões de brasileiros já usavam aparelhos celulares inteligentes no país, com projeção de chegar a 71,9 milhões de dispositivos dentro dos próximos três anos.
O resultado da popularização do smartphone foi o aumento no número de queixas relacionadas ao corpo. “O uso excessivo do aparelho causa uma sobrecarga, principalmente, nas mãos, punhos, pescoço, costas e olhos. As mãos e punhos podem sofrer com a tendinite, que é a inflamação dos tendões. Na região do pescoço e costas, ocorrem dores e contraturas. Nos olhos, devido à longa exposição à luminosidade da tela do celular, pode acontecer o que chamamos de ‘vista cansada’”, alerta o ortopedista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, Eduardo Alonso Nannini.
Foto: Reprodução/ internetFoto: Reprodução/ internet
Ainda de acordo com o especialista, os sintomas são facilmente percebidos. “A tendinite se manifesta por meio de dor na região afetada e perda de força. A contratura do pescoço, por sua vez, limita a movimentação da cabeça e também causa dor. Já a ‘vista cansada’, está presente quando há dificuldade de enxergar, visão embaçada, dor de cabeça e olhos pesados”, explica Nannini. Ao aparecerem os sintomas, é importante procurar um médico. “Em longo prazo, se não tratados, os problemas podem se tornar crônicos”, alerta.
No consultório, o médico vai realizar uma avaliação dos sintomas, histórico do paciente e hábitos de vida e, se necessário, solicitar exames complementares, como o ultrassom para diagnóstico da tendinite. “O tratamento é feito com orientação para uso saudável do smartphone, anti-inflamatórios, relaxantes musculares e sessões de fisioterapias para reabilitação músculo-tendínea do membro afetado”, explica.
Existem estudos sendo realizados para prevenção de problemas ortopédicos causados pelo uso excessivo do aparelho, porém ainda não foram concluídos. “O que sabemos é que o grande problema está no período utilizado sem um tempo de descanso. O ideal seria que as pessoas utilizassem o dispositivo por, no máximo, 30 minutos e intercalassem com 20 minutos de repouso”, recomenda o ortopedista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, Eduardo Alonso Nannini.

União dá calote no estado de R$ 822 milhões em royalties

A liminar que suspende artigos da nova Lei dos Royalties (Lei 12.734/2012) fez com que os municípios e o Estado do Pará deixassem de arrecadar cerca de R$ 822,5 milhões. O cálculo foi feito pela Confederação Nacional de Municípios (CNM). A perda foi registrada desde a liminar que suspendeu a distribuição igualitária dos royalties de petróleo, pactuada pelo Congresso Nacional. Se não fosse essa suspensão, os municípios paraenses já teriam recheados os seus cofres com mais R$ 276,9 milhões, enquanto o governo estadual poderia contar com mais R$ 545,6 milhões. Em todo o País, essa demora já levou os governos estaduais e municipais a deixarem de arrecadar R$ 15,7 bi.
Esse montante não foi repassado por causa desta suspensão do Supremo Tribunal Federal (STF). A Corte julgará nas próximas semanas se esta lei é ou não constitucional. A liminar foi assinada em 2013 pela ministra Cármem Lúcia, relatora de quatro Ações Diretas de Inconstitucionalidade (Adins) assinadas pelos Governos de São Paulo, Espírito Santo e Rio Janeiro, além da Assembleia Estadual fluminense.
Para chegar a este montante, a CNM usou como base os dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP), referentes à produção de petróleo ocorrida durante sete trimestres - entre abril 2013, mês de impacto da liminar, e dezembro de 2014. O valor arrecadado neste período chegou a R$ 55,2 bilhões. Sem a validade da nova lei, apenas R$ 2,4 bilhões, ou menos de 4,5%, foram distribuídos a todos os Estados e Municípios.
Se não houvesse liminar, nos últimos sete trimestres, ao invés de receber R$ 2,4 bilhões, pelos critérios dos fundos constitucionais, os entes federados teriam recebido R$ 18,2 bilhões – portanto a perda de R$ 15,7 bilhões.
No caso do Pará, só foram depositados R$ 99,9 milhões, sendo R$ 29,8 milhões para o governo estadual e R$ 70 milhões para as prefeituras. Sem a liminar, o montante destinado às administrações paraenses seria de R$ 923,1 milhões (R$ 575,4 para o Estado e R$ 347,6 milhões para os municípios). O cálculo da CNM aponta que os R$ 822,5 milhões que deveriam estar à disposição dos caixas paraenses é, exatamente, a diferença desse valor pago (R$ 99,9 milhões) e a quantia que deveria ter sido paga (R$ 923,1 milhões) após a aprovação da distribuição justa e igualitária dos royalties.
Na ADI apresentada, o Rio de Janeiro alega que a Lei 12.734 inviabilizaria as finanças do Estado, mas a redução no repasse total, caso a nova regra estivesse em vigor, seria de apenas 19% do que é depositado atualmente. O Estado recebeu, nos últimos sete trimestres, R$ 13,6 bilhões. Caso a Lei não estivesse suspensa, o Estado do Rio de Janeiro continuaria no topo entre os beneficiados. O ente receberia R$ 10,9 bilhões - 20% de todo o montante distribuído no período analisado, para a União, os outros 26 Estados e 5.568 Municípios.
Em 2014, a receita de royalties e Participação Especial do Rio de Janeiro sofreu reduções até maiores de um ano para outro, o que não inviabilizou o Estado. A CNM lembra que a alta volatilidade, característica desta receita, depende diretamente do preço de mercado do petróleo e da taxa de câmbio.
http://www.ormnews.com.br

terça-feira, 16 de junho de 2015

Maior embarcação de madeira navegável

 Com 38,2 m de comprimento, 8,2 m de largura e três conveses, recorde pertence ao Venino Pantoja, que percorre rios do Estado do Pará
O Venino Pantoja entra para o RankBrasil em 2015 pelo recorde de Maior embarcação de madeira navegável, possuindo 38,2 m de comprimento, 8,2 m de largura e três conveses. Até mesmo o casco é de madeira, revestido com fibra de vidro.

De acordo com Venino Tourão Pantoja, sócio proprietário e idealizador do projeto, juntamente com sua esposa e sócia, Carmen Rosa Cardoso Pantoja, da empresa Venino Pantoja Navegação Ltda, a ideia era de construir o barco gigante, que surgiu a partir de um sonho pessoal. “Demorou oito anos para ficar pronto e teve a ajuda de 15 pessoas”, lembra. O empresário conta que toda produção aconteceu no município de Igarapé-Miri (PA). “A maior dificuldade foi conseguir no mercado o material necessário à construção, em virtude da utilização apenas de madeiras de lei (maior qualidade e resistência que as comuns)”. Além de 22 camarotes, possui uma suíte, dois bares, uma cozinha, uma enfermaria e 11 banheiros.

A embarcação entrou em atividade em 2001, atuando de forma mista, com transporte de carga e passageiros. Posteriormente, em 2012, a empresa responsável conseguiu a autorização para transportar maior número de passageiros, na categoria de apoio ao turismo. “Neste tempo de funcionamento aproximadamente 100 mil pessoas passaram pelo barco”, destaca.O veículo aquático já operou na linha fixa Belém-Cametá e atualmente não tem rota específica. “Depende da necessidade do cliente que contrata os serviços: geralmente é realizada na navegação interior, ou seja, águas parcialmente abrigadas como hidrovias interiores, baías, rios, canais e onde sejam verificadas ondas com alturas significativas”.

Entre os eventos oferecidos nos passeios turísticos estão apresentações de conjuntos musicais e shows folclóricos, realizados em todos os conveses. “Em cada convés há uma atração com o número máximo de passageiros determinado pelo estudo de estabilidade”.Conforme o empresário, o reconhecimento do recorde brasileiro junto ao RankBrasil é a recompensa de uma realização pessoal e dos esforços investidos para a concretização do transporte de passageiros e passeios feitos na orla de Belém e na navegação interior.

“A embarcação tem por finalidade proporcionar ao usuário uma viagem confortável e segura, bem como alavancar o turismo na região”, finaliza o idealizador Venino Tourão Pantoja.

Redação: Fátima Pires
http://www.rankbrasil.com.br

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Os cuidados essenciais para você evitar manchas nas axilas

SAIBA QUAIS SÃO OS CUIDADOS QUE VOCÊ DEVE TER COM SUAS AXILAS (FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM)

1. OPTE PELA DEPILAÇÃO COM CERA
Às vezes, as axilas podem parecer mais escuras do que realmente são devido a pelos minúsculos que ficam em baixo da primeira camada da pele, quando você raspa os pelos com lâmina de barbear. A melhor maneira de resolver esse problema é optar pela depilação com cera, que irá arrancar o pelo pela raiz e tem mais durabilidade. Depois da depilação, passe um creme ou gel para a pele não ficar vermelha, e evite usar lâmina, ela irá escurecer e irritar suas axilas.

2. ESFOLIE
É muito importante fazer uma esfoliação, pois ela ajuda a remover as células mortas e os pelos encravados. Você pode passar uma bucha vegetal ou um esfoliante de 3 a 4 vezes por semana para que suas axilas voltem à cor natural.

3. TROQUE O DESODORANTE
Alguns desodorantes contêm uma grande quantidade de produtos químicos que irritam a pele e causam manchas. Experimente um indicado para pele sensível. Você vai ver que ao longo do tempo suas axilas vão ficar com uma aparência melhor e você poderá exibi-las sem medo!

4. USE PROTETOR SOLAR
O sol e luz do ambiente podem agravar as manchas e o tom escuro das axilas. Crie o hábito de passar protetor solar logo após a depilação, caso a área vá ficar exposta.

5. APOSTE EM RECEITAS NATURAIS
Existem vários remédios naturais que ajudam a clarear as axilas. Água com limão e mel com iogurte são algum deles. Experimente e veja qual funciona melhor para você.