quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Diferencie a tristeza da depressão


Cerca de 340 milhões de pessoas em todo o mundo são afetadas atualmente pela depressão. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), essa deve se tornar a principal doença nos próximos vinte anos.

O distúrbio emocional causado pela depressão hoje é reconhecido como doença e segundo as modificações no Código Internacional de Doenças (DSM-V), é caracterizada por tristeza profunda e baixa autoestima, que pode ser desencadeada pelo estresse, assedio moral, jornada de trabalho muito extensa, problemas financeiros, falta de emprego, cobrança pessoal, frustrações, luto e também por causas biológicas.

Após décadas de estudos a respeito da depressão, o novo Código Internacional de Doenças (DSM-V), resolveu incluir dentro do quadro da depressão o luto, que anteriormente não era aceito. Isto faz com que a depressão desencadeada pela perda de um ente querido seja aceita como doença, e também possa ser tratada adequadamente.

Existe uma alteração química no cérebro do paciente, onde os neurotransmissores não são produzidos de maneira satisfatória. Entre eles estão a serotonina, noradrenalina e dopamina, que são substâncias que transmitem impulsos nervosos entre as células. Nestes casos é necessário que o paciente procure um profissional da área de saúde mental, no caso um psicólogo ou psiquiatra, para que seja feita uma avaliação do caso.

Se a pessoa for diagnosticada um quadro depressivo, deverá iniciar um processo de psicoterapia, no qual irá rever sua postura diante dos problemas. Aliado a isso, geralmente medicamentos também são prescritos para adequar quimicamente a produção destes neurotransmissores.

Há uma grande diferença entre tristeza e depressão. A tristeza pode ocorrer desencadeada por algum fato do cotidiano, onde a pessoa de fato, sofre com aquilo até assimilar o que está acontecendo e geralmente não dura mais do que quinze a vinte dias. Já a depressão se instala e se não for tratada pode piorar e passar por três estágios: leve, moderada e grave.

No quadro de depressão, geralmente a pessoa pode apresentar dois ou mais dos seguintes sintomas:

-Apatia

-Falta de motivação

-Medos que antes não existiam

-Dificuldade de concentração

-Perda ou aumento de apetite

-Alto grau de pessimismo

-Indecisão

-Insegurança

-Insônia

-Falta de vontade em fazer atividades antes prazerosas

-Sensação de vazio

-Irritabilidade

-Raciocínio mais lento

-Esquecimento

-Ansiedade

Angustia.


Além disso, o indivíduo pode apresentar também alguns sintomas físicos que os médicos não conseguem encontrar causas aparentes, como:

-Dores de barriga

-Má digestão

-Azia

-Constipação

-Flatulência

-Tensão na nuca e nos ombros

-Dores de cabeça

-Dores no corpo Pressão no peito, Entre outros...Estes são alguns dos indícios da depressão. Mas, se houver dúvida, procure um especialista para ter um diagnostico e tratamento corretos. Não tenha medo ou vergonha de expressar o que realmente está sentindo e vivenciando, pois esses profissionais irão se basear nestes dados para poderem prescrever um tratamento.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Simão Jatene é reeleito para o Governo do Pará, com 51,9% dos votos

Simão Jatene foi reeleito neste domingo (26) para o Governo do Pará, segundo os dados da apuração divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
 
O governador Simão Jatene (PSDB) conquistou a reeleição neste domingo (26), vencendo, no segundo turno das Eleições 2014, o candidato do PMDB, Helder Barbalho. Segundo os dados da apuração, divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Jatene obteve 52% dos votos válidos, contra 48% do candidato opositor, que havia vencido no primeiro turno. O número de abstenções chegou a 25%, cerca de 4% a mais que o registrado no primeiro turno.

Filho de imigrante libanês, Simão Robson Oliveira Jatene nasceu em 1949, em Belém. Formado em Economia pela Universidade Federal do Pará (UFPA), tem mestrado pela Estadual de Campinas (Unicamp). Antes de entrar para a política, trabalhou como músico e servidor público estadual, inclusive como professor universitário e secretário de Estado.

Participou da fundação do PSDB em 1988. Antes de concorrer a um cargo eletivo foi secretário de Estado de Planejamento, pela primeira vez, de 1983 a 1985, e entre 1995 e 1998. Sua primeira disputa por um cargo eletivo foi para governador do Pará, em 2002, quando obteve uma vitória no segundo turno com 51,72% dos votos válidos. Foi reeleito em 2010, quando disputou contra Ana Júlia Carepa (PT).

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Voto em trânsito foi solicitado por mais de 79 mil eleitores

Urnas especiais para quem está fora do domicílio eleitoral estarão disponíveis em 91 cidades do país
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Mais de 79 mil eleitores brasileiros solicitaram o voto em trânsito à Justiça Eleitoral para o segundo turno no próximo domingo (26). Os eleitores votarão fora do seu domicílio em 91 cidades que terão urnas especiais. Apesar de o pleito escolher candidatos a governador e presidente, o voto em trânsito só é possível para o segundo cargo.

No Pará, os eleitores em trânsito poderão votar em Belém, Santarém e Ananindeua. Na capital os pontos de votação são no Instituto de Educação do Pará (IEP) e Colégio Santo Antônio. Em Ananindeua, no colégio Impacto e em Santarém na escola estadual Professora Onesima Pereira de Barros.

São Paulo, maior colégio eleitoral do país, é o estado que registrou mais pedidos de eleitores interessados em votar fora de seu domicílio eleitoral. No segundo turno serão 17.591 eleitores que votarão em trânsito. Em Minas Gerais, 11.582 pediram para votar em trânsito no dia 26 de outubro. No Rio Grande do Sul, 6.377 eleitores gaúchos solicitaram essa modalidade de voto.

Por outro lado, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais são os estados mais procurados pelos eleitores que vão votar fora de seu domicílio eleitoral. Em São Paulo, houve 23.393 pedidos de eleitores no segundo turno. No Rio, serão 7.117 nesta segunda etapa da eleição. E em Minas Gerais, o número de solicitações para votar no estado no próximo turno foi de 6.493.

Para votar em trânsito é preciso que o eleitor esteja com a situação regular no cadastro eleitoral e apresente um documento oficial com foto. Uma vez cadastrado nessa modalidade, ele ficará automaticamente apto a votar no local onde informou que estará no dia do pleito, mas será desabilitado para votar na sua seção de origem.

Essa é a primeira vez que o voto em trânsito ocorrerá em outras cidades além das capitais. O critério adotado é o município com mais de 200 mil eleitores, sendo que a seção destinada à recepção do voto deverá conter no mínimo 50 e no máximo 600 eleitores. Quando o número mínimo não é atingido, os eleitores habilitados são informados da impossibilidade de votar por meio dessa modalidade no município por eles indicado. Nesse caso, ficará cancelada a habilitação dos eleitores para votar em trânsito e eles deverão justificar a ausência ou votar na seção de origem.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Embraer apresenta primeiro protótipo do maior avião já desenvolvido e produzido no Brasil

 
Cargueiro KC-390 é apresentado pela Embraer
Foto: NELSON ALMEIDA / AFP
São Paulo - A Embraer apresentou nesta terça-feira o primeiro protótipo do cargueiro KC-390, o maior avião já desenvolvido e produzido no Brasil. A aeronave de transporte de tropas e cargas e de abastecimento em voo está sendo desenvolvida há anos em parceria com a Força Aérea Brasileira (FAB), que em maio último assinou contrato firme por 28 unidades.

— É um projeto de Estado... Tudo aquilo que fazemos com aqueles velhos (cargueiros) Hercules que estão se aposentando no mundo inteiro poderemos fazer com o KC-390 — afirmou o ministro brasileiro da Defesa, Celso Amorim, referindo-se aos aviões da norte-americana Lockheed que serão substituídos pelo cargueiro da Embraer na frota da FAB.

Os ministros da Defesa de Portugal e da Argentina e o comandante da Força Aérea da República Tcheca estavam entre as autoridades estrangeiras na cerimônia de apresentação do KC-390. Os três países são parceiros industriais da Embraer no desenvolvimento do cargueiro e estão entre as nações com carta de intenção para compra do avião.

Processos seletivos pautam universidades e faculdades


NO PARÁ - Instituições organizam seus exames para o ensino superior

Universidade Federal do Pará (UFPA) publicará o edital do vestibular 2015 no final de outubro, com inscrições previstas para o final deste mês ou início de novembro. A seleção será pela nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014, nos dias 8 e 9 de novembro. Seguem abertas, até 3 de novembro, as inscrições ao vestibulinho da UFPA, pelo www.ceps.ufpa.br, cuja prova será em 30 de novembro.

A Universidade do Estado do Pará (Uepa) disponibilizou desde 7 de outubro, o acesso ao Cartão de Confirmação de Inscrição do Programa de Ingresso Seriado (Prise) e do Processo Seletivo (Prosel). As provas tiveram início nos dias 16 e 17 de outubro com o Exame Habilitatório aos candidatos ao curso de Licenciatura em Música. Para todos os candidatos, a 1ª fase será em 16 de novembro, a 2ª no dia 17 de novembro, e a 3ª fase, em 7 de dezembro. Ao todo, para o Prise e para o Prosel, a Uepa oferta 2.916 vagas em Belém e nos demais municípios onde tem campus.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Alimentação saudável garante qualidade de vida


Uma alimentação saudável e equilibrada reflete significativamente na qualidade de vida das pessoas, afinal, comer bem é fundamental para ter mais energia, disposição e saúde, e o Dia Mundial da Alimentação, celebrado em mais de 150 países neste 16 de outubro, tem por objetivo principal promover a conscientização sobre as questões da nutrição.

A data marca a criação da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), em 1945 - a FAO tem por objetivo elevar os níveis de nutrição e de desenvolvimento rural, bem como, um maior esforço voltado à erradicação da fome e da desnutrição, além de fortalecer a consciência política sobre o problema da fome no mundo.

Entender o papel do sistema digestivo no organismo é muito importante. Além da absorção dos nutrientes fornecidos pelos alimentos, ele ainda produz neurotransmissores relacionados ao bom humor, ao sono e à saciedade, e o intestino é um importante órgão do aparelho digestivo. Seu mau funcionamento pode ser um dos indícios da Fome Oculta - carência crônica de vitaminas e minerais devido ao baixo consumo ou mau aproveitamento dos nutrientes pelo organismo. Segundo Dados da Organização Mundial da Saúde, uma em cada quatro pessoas sofre de fome oculta.

Com o tempo, a fome oculta também cria condições para o desenvolvimento de doenças como diabetes, dislipidemia, hipertensão e câncer. Além do intestino, outros sinais podem ser manifestações de fome oculta: apetite irregular, mau humor, falta de disposição para as atividades do dia a dia, unhas quebradiças e pele sem brilho, baixa resistência a doenças, sono não restaurador e ossos e dentes fracos.


No site do Ministério da Saúde está disponível um material que ajuda a refletir um pouco sobre a forma com que a população se alimenta. Depois de apresentar um teste simples para ver qual é a qualidade da sua nutrição, ele traz dicas para que a pessoa consiga mudar o seu padrão da alimentação com pequenas e simples adequações.

Confira algumas dicas para tornar sua alimentação mais saudável.

-Beba pelo menos dois litros (seis a oito copos) de água por dia. Dê preferência ao consumo de água nos intervalos das refeições.

-Não pule as refeições, e faça pelo menos três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e dois lanches saudáveis por dia.

-Coma diariamente pelo menos três porções de legumes e verduras como parte das refeições e três porções ou mais de frutas nas sobremesas e lanches.

-Coma feijão com arroz todos os dias ou, pelo menos, cinco vezes por semana. Esse prato brasileiro é uma boa combinação de proteínas.

-Consuma diariamente três porções de leite e derivados e uma porção de carnes, aves, peixes ou ovos.

-Consuma, no máximo, uma porção por dia de óleos vegetais, azeite, manteiga ou margarina. Fique atento aos rótulos dos alimentos e escolha aqueles com menores quantidades de gorduras trans.

-Evite refrigerantes e sucos industrializados, bolos, biscoitos doces e recheados, sobremesas doces e outras guloseimas.

-Diminua a quantidade de sal na comida e retire o saleiro da mesa.

-Evite consumir alimentos industrializados com muito sal (sódio) como hambúrguer, charque, salsicha, lingüiça, presunto, salgadinhos, conservas de vegetais, sopas, molhos e temperos prontos.

-Pratique pelo menos 30 minutos de atividade física todos os dias e evite as bebidas alcoólicas e o fumo.

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Homem com suspeita de ter ebola chega ao Rio de Janeiro

Paciente chegou em avião da FAB e será levado para a Fiocruz.
Ele chegou ao Brasil dia 19 de setembro e relatou febre nesta quinta (9).

  O missionário de 47 anos chegou em uma ambulância do SAMU vindo da Base Aérea do Galeão  (Foto: Fábio Tito/G1)

 

O africano Souleymane Bah, que está com suspeita de ebola, chegou por volta das 6h30 desta sexta-feira (10) na Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro. O paciente de 47 anos, que é de Guiné, na África Ocidental, chegou em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) e foi levado para o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que é referência em doenças infecciosas. O homem estava internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) II, no bairro Brasília, em Cascavel, no oeste do Paraná.
O paciente está recebendo os atendimentos básicos, como a medição de temperatura e pressão, e está sob isolamento. Os médicos do instituto devem colher uma amostra de sangue ainda na manhã desta sexta para realizar testes que devem comprovar  se o africano possui ou não a doença. O resultado do exame fica pronto em até 24 horas.
A amostra colhida será enviada para teste no Instituto Evandro Chagas de Belém, no Pará. Segundo assessoria, a Fiocruz é referência somente no atendimento a doenças infecciosas.
Segundo o infectologista Celso Ramos, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), apesar de a doença não ter sido confirmada, cuidados com o isolamento do paciente e da equipe que cuida da sua transferência são fundamentais porque a transmissão do ebola se dá, principalmente, pelo contato pessoal.